Bay
Sobre
Wärtsilä no Brasil

História

A história de sucesso da Wärtsilä no Brasil (WBR) teve início em 1990. Desde então, a empresa projetou e construiu 31 usinas no país, ultrapassando a marca de 2,7 GW em capacidade instalada.No setor naval, a Wärtsilä Brasil possui capacidade instalada de mais de 3.400 MW em mais de 572 embarcações.

Confira alguns marcos dessa trajetória:

1987 Assinatura de contrato com a Ishibras Shipyard para a fabricação dos motores Wärtsilä Vasa 22 no Brasil. O acordo durou até 1990.
1990 Fundação da Wärtsilä Diesel do Brasil.
1991 A empresa recebe seu primeiro pedido da área naval: o fornecimento de conjuntos geradores para a Marinha.
1996 Venda de sua primeira usina no Brasil, a Hermasa.
1997 Assinatura de seu primeiro contrato de Operação & Manutenção (O&M) para a usina instalada no parque gráfico do jornal O Globo.
1997 A companhia se torna Wärtsilä NSD, depois da aquisição da New Sulzer Diesel, e o nome da empresa no país passa a ser Wärtsilä NSD do Brasil.
1998 Abertura da filial de Manaus, no Amazonas.
1998 Venda da maior usina baseada em HFO (sigla em inglês para Óleo Combustível Pesado) da história da corporação até aquele momento: a Rio Negro, localizada no distrito industrial de Manaus.

2000

O nome da empresa passa a ser Wärtsilä Brasil Ltda.
2000 Inauguração do primeiro workshop no Brasil, no Rio de Janeiro.
2001 Realocação das operações de Service e Ship Power em São Cristóvão (RJ).
2003 Concentração das operações de Power Plants, Service e Ship Power no mesmo prédio, em São Cristóvão.
2003 Inauguração da segunda oficina no Brasil, localizada em Manaus.
2005 Venda de três usinas em Manaus: Gera, Manauara e Rio Amazonas.
2005 Assinatura de contrato com a Nuclep para início da produção do motor de dois tempos no Brasil, 15 anos após a última grande produção brasileira de motor a diesel.
2006 Inauguradas as três usinas vendidas em 2005 para Manaus (Gera, Manauara e Rio Amazonas).
2007 A área de Power Plants se muda para um novo escritório, no Centro do Rio de Janeiro, devido ao aumento de pessoal, o que impossibilitou a acomodação de todos em São Cristóvão.
2008 Assinatura de contrato para a construção de usinas no Maranhão, no Ceará, na Paraíba e no Espírito Santo.
2008 Inauguração da Wärtsilä Land & Sea Academy, em Manaus.
2009 Alcançada a marca de 1 GW de capacidade instalada no Brasil, obtidapor meio de serviços de Operação & Manutenção (O&M).
2009 Fechamento de contrato para operar e manter as usinas Geramar I e II, localizadas na cidade de Miranda do Norte, Maranhão.
2009 A Wärtsilä fecha seu primeiro contrato de conversão de Power Plant no Brasil e o maior já realizado pelo seu segmento de serviços até hoje no país: a conversão de HFO para multifuel (gás, HFO e IFO) das plantas de Gera, Manauara e Rio Amazonas.
2009 Reforço da presença da Wärtsilä Brasil na indústria naval brasileira, incorporando o Wärtsilä Ship Design em operações nacionais, estendendo aos clientes locais os benefícios da evolução tecnológica Wärtsilä na propulsão de navios, geração de energia e conceitos de serviços avançados.
2010 Firmado contrato de 200 milhões de euros para a construção da maior usina já feita pela companhia no mundo, a usina de Suape II. A planta está localizada em Suape (PE).
2010 Assinado acordo para fornecimento de soluções integradas de energia para um navio FPSO P-63. O navio é o primeiro FPSO a operar com mais de 100 MW de potência instalada, produzido por um motor a gás.
2010 O Log-In Jacarandá é o primeiro navio-container construído no Brasil com motores Wärtsilä. A embarcação tem capacidade para 2.700 containers e iniciou sua operação no primeiro trimestre de 2011.
2010 Em janeiro, a usina Termelétrica Viana (ES) inicia suas operações, fornecendo 175 MW. Esta foi a primeira usina de energia com licitação A-3 (2007) a ficar pronta.
2010 Início das operações da UTE Geramar I e II, em janeiro.
2010 Assinados contratos para o fornecimento de Operações & Serviços de manutenção para Campina Grande (Borborema Energética S.A.), na Paraíba; Maracanaú (Maracanaú Geradora de Energia S.A.), no Ceará; e Linhares (Linhares Geração S.A.), no Espírito Santo. A Wärtsilä também foi responsável pela construção e pelo fornecimento de equipamentos para as três plantas.
2010 A companhia atinge 1,5 GW em operações e acordos de gestão, tornando-se a maior operadora independente de energia elétrica no Brasil.
2011 A UTE Linhares, maior usina de gás natural construída pela Wärtsilä na América Latina, inicia sua operação em janeiro de 2011. Esta foi a primeira usina de energia do leilão realizado em 2008 a entrar em operação comercial.
2011 A maior usina já erguida pela Wärtsilä no mundo, Suape II, dá início às suas operações.
2012 Wärtsilä adquire a Hamworthy, uma empresa britânica de engenharia.
2012 Wärtsilä ganha o contrato da Jurong Shipyard PteLtd para fornecer os motores de geração e propulsores para seis novos navios-sonda a serem construídos no Brasil, pelo estaleiro Jurong Aracruz. Os navios realizarão perfuração em águas profundas.
2013 Wärtsilä inaugura um novo workshop no Rio de Janeiro, na cidade de Niterói, um centro de serviços para indústria offshore no Brasil.
2015 Wärtsilä inaugura um novo workshop na região do Nordeste, na cidade de Recife, e sua primeira fabrica multi-produto da América Latina, no complexo do Porto do Açu, na cidade de São João da Barra.
2016  Inauguração das Novas Instalações da WLSA, Spin Test (Teste de Rotação e Desempenho) e Dual-Fuel Test Rig (Bancada de Teste para Equipamentos Bicombustível) em Oficina
2016 Durante os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, a Wärtsilä foi uma das parceiras do Comitê Olímpico Finlandês a promover a Casa da Finlândia, que teve como programação especial um Natal fora de época, com a visita do Papai Noel vindo da Lapônia, na Finlândia.
2018  1º de julho de 2018: a Flender GmbH celebra um acordo de parceria com a Wärtsilä Brasil. 
2019

Anuncia a assinatura de um Optimized Maintenance Agreement (OMA) com a Sapura para a frota de seis embarcações de suporte e lançamento de tubos flexíveis PLSV´s (Pipe Laying Support Vessels). Além do OMA, a Wärtsilä também cobrirá a frota com um contrato de peças e outro local de prestação de serviços. 

© 2020 Wärtsilä